SINDICAVESPAR no Coletivo jurídico dos ramos (Vestuário, Couro, Calçados e Têxtil)

Os dirigentes: Márcio Mário, Benedita Donizeti e o Dr. Fernando Andrade, do SINDICAVESPAR, participaram no último dia 30 de abril de uma teleconferência organizada pela nossa Confederação a CNTRV/CUT, onde o Coletivo jurídico dos ramos (Vestuário, Couro, Calçados e Têxtil), das cincos regiões do pais, puderam compartilhar suas experiências do dia a dia de cada sindicato, o que estão fazendo na prática para enfrentar os efeitos dessa crise, onde a maioria das empresas estão aplicando a MP 936 para redução de jornada e salários e suspensão do contrato e também demitindo e fechando empresas.
Esteve presente o secretário CUT Nacional de assuntos jurídicos o companheiro Valeir o qual fez um relato das ações promovida pela central no âmbito do Congresso Nacional, ou seja, a CUT está fazendo pressão junto aos deputados e senadores para melhorar a MP 936 em vários pontos, sendo um deles é elevar o percentual de 70% para 100% do benefício emergencial para os trabalhadores que tiveram seu contrato de trabalho suspenso por até 60 dias, e que tenham renda até 3 mínimos, a simplificação da forma de pagamento direto para o trabalhador em conta ou via folha de pagamento das empresas, entre outros pontos que precisam ser melhorados para que os prejuízos sejam menores aos trabalhadores. Segundo o secretário Valeir, possivelmente a votação da MP 936, estará sendo analisada pelo congresso na 1ª semana de maio de 2020 e nesse sentido solicitou aos sindicatos que cobrem de seus parlamentares para essa votação, objetivando assim a aprovação das mudanças.
Outra questão importante que foi colocada pelos companheiros do sul, é o encaminhamento de proposta para o governo ampliar o número de parcelas do seguro desemprego para quem já esta recebendo durante o período da pandemia, ou seja até, dezembro de 2020.
Nesta teleconferência Dr. Fernando passou o que está acontecendo na nossa região e o que o sindicato, com sua assessoria está fazendo. Dentre as ações, citou os acordos para redução de jornada, suspensão de contratos e outros com a finalidade de minimizar os prejuízos aos trabalhadores, assim também como a assistência jurídica e informativa que continua a ser prestada a categoria.
Marcio Mario de Faria – Presidente
Benedita Donizeti Soares – Secretaria
Fernando Luiz de Andrade – Assessor jurídico
Abrir chat
1
Precisando de Ajuda ?
Olá
Precisando de Ajuda?